quadros de emergência

Série feita sob encomenda. Aqui estão os quadros de emergência #2, #3, #4, #6, #7. O #5, por algum qualquer, não foi e o #1 é a origem e está pendurado na minha parede sob a alcunha de Poeteca. Carrega um Manuel, um Pablo, um Carlos, um Jorge, um João e um Vinícius. Já passei por algumas emergências, mas nenhuma grave o suficiente para fazer uso do martelo. Uma vez disse que se meu apartamento pegasse fogo o primeiro objeto que tiraria seria a Poeteca, não menti, mas também ainda não foi o caso. Esses aqui ganharam a forma de fragmentos e a ideia é apenas que os objetos aqui reunidos - muitos em suas disfunções - possam causar uma qualquer poesia e que, em caso de emergência, o martelo cumpra sua função. A encomenda funciona em processo: algumas perguntas são entregues ao carteiro e um quase mistério instala-se. Consulto os orixás e outros poetas, junto, misturo e aprisiono em tocos, cola, pregos, cordas, arames e acrílicos.

Copyright © deco adjiman