ensino circular do chão | 2019

urubu é anterior a fronteiras | 2019

hádeuses (altar) | 2018

hádeuses de hámar e chão | 2020

diário de amana tikira | 2019

todo chão é um mesmo | 2019

coleção derivas e pegadas da mata atlântica | 2020

folha do dia, infinitivos da pandemia | 2020

6h12' | 2014

braças (ou, linha de medida para abraço em dez ou doze ou doses de árvores que gosto em são paulo, hoje, antes ou ainda.) | 2019

braças de voltas | 2020

colar umbilical do chão II | 2020

dez terra | 2019

garimpo seleto do chão | 2020

dez terra II | 2019

horizontas, como se fosse um mesmo | 2019

cem sem centro | 2019

hádeuses (miragem) | 2018

amostras tácteis do chão | 2020

hádeuses (batalha)

paleta seleta do chão e brancos | 2020

hámanhã | 2018

todas as primeiras cidades eram fêmeas | 2019

(p)rumo | 2019

desvio | 2018

em terra | 2019

colar umbilical do chão I | 2020

cerrado mar | 2020

o chão ensina | 2019

desvios, conjunto de | 2018

colar umbilical do chão III | 2020

muda | 2019

procuro errantes (trecho) | 2019

mar de dentro I | 2018

soneto ornamental do chão | 2020

hálados | 2018

gotas | 2015

hádeuses (brinquedos) | 2018

pequena estante de impenetráveis ou pequeno instante de intraduzíveis | 2016

mar de dentro II | 2016

hádeuses (totens) | 2018

primeiro poema ao mar | 2017

primeiro poema ao mar II | 2017

tabuleiro para jogos do acaso | 2016

na forma das coisas se distingue melhor a distância | 2019

a soma de todos os horizontes é uma circunferência | 2019

balsa | 2015

alto risco | 2014

hácasos | 2016

hárisco | 2016

háfazeres | 2016

ser | 2014

eu é um outro | 2016

faca de joão | 2016

caça línguas | 2016

em alguma gaveta | 2016

ação pela pedra | 2016

eu, mesmo:outro | 2016

eu,mesmo:outro | 2016

tradução da pedra | 2016

pidgin | 2016

cinco sonetos e um molotov | 2014

horizonte | 2016

as melhores palavras estão pálidas de exaustão | 2016

trague poesia | 2014

cadernos de andaleço II | 2019

cadernos de andaleço I | 2019

volume 43 | 2014

caderno háuma | 2018

além-mão-de-ao-mar | 2019

encontros || | 2016

encontros II | 2016

como se a literatura nunca tivesse existido | 2016

volume 93 | 2014

pequena estante de impenetráveis ou pequeno instante de intraduzíveis | 2016

sobras | 2014

volume 68 | 2014

altar | 2013

aramar, remachão | 2014

destino,acaso | 2014

cálice | 2014

poeteca | 2014

quadro de dar branco | 2014

quadro de deu branco | 014

vokume 37 | 2014

única foto | 2014

trague poesia (take one) | 2015

pré-jobim III | 2014

caixa de ferramentas laranja | 2014

caixa de ferramentas vermelha | 2014

caixa de ferramentas branca | 2014

caixa de ferramentas preta | 2014

caixa de ferramentas azul | 2014

Copyright © deco adjiman